Licenciatura em Bioinformática é a mais recente aposta da Universidade do Porto

A oferta académica da Universidade do Porto ganha novo destaque com o lançamento do curso de Bioinformática, que reforça a diversidade de cursos disponíveis para o próximo ano letivo. Encerrando a primeira fase do concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior em 7 de agosto, a instituição disponibilizará vagas para 4.684 alunos interessados em estudar na universidade.

O leque de cursos chega a 51 licenciaturas, entre elas a inovadora Bioinformática, uma parceria entre as faculdades de Ciências e Farmácia, juntamente com o Instituto Superior de Ciências Biomédicas Abel Salazar. Além disso, serão oferecidos seis mestrados integrados.

Para o período académico de 2023/2024, a Universidade do Porto oferece o segundo maior número de vagas da sua história, um aumento em relação ao ano anterior em que foram abertas 4.700 vagas. O curso recém-criado de Bioinformática, em especial, disponibilizará 25 vagas para novos alunos.

A nova licenciatura integra o Programa de Formação Multidisciplinar da universidade, juntamente com formações em Inteligência Artificial, Ciência de Dados, Engenharia Agronómica, Desenho, Literatura e Estudos Interartes e Matemática Aplicada, estas últimas quatro introduzidas no ano anterior. Os estudantes matriculados terão acesso a bolsas de estudo e mérito, financiadas através do Programa de Recuperação e Resiliência.

A expansão da oferta de vagas na Universidade do Porto destaca-se em várias áreas, com cursos como Matemática Aplicada, Engenharia Mecânica, Línguas e Relações Internacionais, Línguas Aplicadas, Bioengenharia, Engenharia e Gestão Industrial, Medicina Veterinária, Engenharia Informática e Computação e Medicina Dentária, que receberão um aumento no número de vagas disponíveis.

É interessante notar que mais de um quarto do total de vagas é destinado aos cursos da Faculdade de Engenharia, totalizando 1.198 vagas.

O Instituto Politécnico do Porto também apresenta um notável crescimento no número de vagas disponíveis para o próximo ano letivo, abrindo 111 vagas a mais em relação ao ano anterior, oferecendo oportunidades para 3.183 novos estudantes.

Uma novidade importante para este ano é a introdução de um contingente prioritário destinado a estudantes economicamente carenciados, com 2.028 vagas reservadas. Além disso, o contingente para candidatos emigrantes, familiares que residam com eles e lusodescendentes será alargado para a segunda fase do concurso, que ocorrerá de 28 de agosto a 5 de setembro. O período de candidaturas para a terceira fase acontecerá de 22 a 25 de setembro.

A Universidade do Porto também oferece um Gabinete de Acesso ao Ensino Superior para apoiar e esclarecer dúvidas dos candidatos, assim como tem feito nos anos anteriores.

Deixe um comentário

Outra Perspetiva

Tradição aliada à Inovação nas Línguas, Literaturas e Culturas

O Departamento de Línguas, Literaturas e Culturas (DLLC) da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, reconhecido pela sua tradição...

Ciências do Desporto e Educação Física apostam na Investigação

A nova direção da Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra (FCDEFUC) completou um ano...

Inovação e Excelência, um retrato do Departamento de Química

Em entrevista, Artur Valente, diretor do Departamento de Química da Universidade de Coimbra (DQUC) explica como os cursos pioneiros da...

Ensino de Vanguarda na Engenharia Mecânica

Disponibilizar uma oferta formativa universal, que seja capaz de tornar os alunos uma referência além-fronteiras, e continuar na linha da...

Um ensino de excelência da Engenharia Química

Formar as futuras gerações de Engenheiros Químicos com uma sólida e abrangente capacidade técnica e com aptidões interpessoais desenvolvidas é...