Quase Seis Mil Estudantes Vão Receber Bolsa de Estudo

O Governo anunciou hoje que quase seis mil estudantes dos que foram colocados na primeira fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior serão contemplados com bolsas de estudo para o próximo ano letivo. De acordo com um comunicado emitido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, um total de 5.862 estudantes receberão o apoio, sendo que as bolsas serão pagas já no mês de setembro.

A divulgação dos resultados da primeira fase do concurso ocorreu no último domingo, e os estudantes beneficiários de abono de família até ao terceiro escalão foram os contemplados com este apoio financeiro. O Ministério destacou que, pela primeira vez, as decisões relativas aos requerimentos de bolsas de estudo foram antecipadas, ocorrendo em simultâneo com a fase de colocação dos candidatos ao ensino superior. Essa medida tem um impacto significativo na agilização da atribuição e pagamento das bolsas.

Uma parte relevante do comunicado destaca ainda o alargamento dos critérios de elegibilidade, bem como o aumento do valor máximo da bolsa de estudo. Complementos de alojamento também foram ampliados em relação ao ano anterior. O Governo fez questão de assegurar que esse aumento no apoio financeiro é superior ao aumento do preço médio de alojamento privado, de modo a auxiliar os estudantes bolseiros que não conseguirem alojamento nas residências universitárias.

O Governo reiterou o compromisso de continuar a acompanhar a situação do alojamento para os estudantes do ensino superior, demonstrando disponibilidade para intensificar os apoios a fim de mitigar as dificuldades enfrentadas por estudantes e famílias no acesso a alojamento acessível.

Adicionalmente, o comunicado enfatiza que em breve será anunciada a atribuição das bolsas +Superior, que têm como objetivo apoiar a permanência de estudantes em instituições localizadas em áreas do interior do país, promovendo uma distribuição mais equitativa dos estudantes pelo território nacional.

No contexto do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior, foi revelado que nesta primeira fase, quase 50 mil alunos obtiveram colocação, representando uma taxa de entrada de 84% dos candidatos. Dos 59.073 alunos que se candidataram, 49.438 conseguiram uma colocação, havendo uma pequena diminuição de 0,7% em relação ao ano anterior. Os restantes 16% terão a oportunidade de concorrer à segunda fase do concurso, que disponibilizará cerca de cinco mil vagas.

Deixe um comentário

Outra Perspetiva

Tradição aliada à Inovação nas Línguas, Literaturas e Culturas

O Departamento de Línguas, Literaturas e Culturas (DLLC) da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, reconhecido pela sua tradição...

Ciências do Desporto e Educação Física apostam na Investigação

A nova direção da Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra (FCDEFUC) completou um ano...

Inovação e Excelência, um retrato do Departamento de Química

Em entrevista, Artur Valente, diretor do Departamento de Química da Universidade de Coimbra (DQUC) explica como os cursos pioneiros da...

Ensino de Vanguarda na Engenharia Mecânica

Disponibilizar uma oferta formativa universal, que seja capaz de tornar os alunos uma referência além-fronteiras, e continuar na linha da...

Um ensino de excelência da Engenharia Química

Formar as futuras gerações de Engenheiros Químicos com uma sólida e abrangente capacidade técnica e com aptidões interpessoais desenvolvidas é...