Foto de Jeswin Thomas na Unsplash

Segunda Fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior Coloca 8.190 Estudantes

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior revelou os resultados da segunda fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior (CNAES), que resultou na colocação de 8.190 estudantes. 76% destes colocados conseguiu ingressar numa das três primeiras opções que escolheram.

No total, foram disponibilizadas 9.952 vagas para esta fase do concurso, acrescidas de 2.071 que foram libertadas por candidatos que já tinham sido colocados e matriculados na primeira fase, além de 103 vagas adicionais. Apesar do número significativo de colocados, ainda restam 3.936 vagas por preencher, que poderão ser disponibilizadas na terceira fase do CNAES ou direcionadas para concursos especiais e de mudança de instituição e/ou curso.

As instituições de ensino superior que receberam o maior número de estudantes nesta segunda fase foram a Universidade de Lisboa, o Instituto Politécnico do Porto, o Instituto Politécnico de Bragança, o Instituto Politécnico de Lisboa e a Universidade de Coimbra.

A maioria das vagas disponíveis na segunda fase pertencia a institutos politécnicos, totalizando cerca de 6.600. Alguns cursos de elevada concorrência abriram vagas nesta fase, mas em quantidades limitadas, com apenas um ou dois lugares disponíveis.

Dos 20.399 candidatos que concorreram à segunda fase, 4.395 não tinham participado na primeira fase, 6.575 tinham concorrido, mas não tinham obtido colocação, 2.115 tinham sido colocados na primeira fase, mas não se matricularam, e 7.314 foram colocados e matricularam-se na primeira fase, mas optaram por voltar a candidatar-se.

Considerando o somatório das duas fases de acesso, um total de 50.767 novos estudantes asseguraram o seu ingresso no ensino superior. Na primeira fase, foram colocados 49.462 estudantes, e destes, 44.648 efetuaram a matrícula, correspondendo a uma taxa de 90% de efetivação.

As universidades de Lisboa, Porto e Coimbra abriram o maior número de vagas na primeira fase, e também registaram um elevado número de alunos a escolherem os seus cursos como primeira opção.

Deixe um comentário

Outra Perspetiva

Tradição aliada à Inovação nas Línguas, Literaturas e Culturas

O Departamento de Línguas, Literaturas e Culturas (DLLC) da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, reconhecido pela sua tradição...

Ciências do Desporto e Educação Física apostam na Investigação

A nova direção da Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra (FCDEFUC) completou um ano...

Inovação e Excelência, um retrato do Departamento de Química

Em entrevista, Artur Valente, diretor do Departamento de Química da Universidade de Coimbra (DQUC) explica como os cursos pioneiros da...

Ensino de Vanguarda na Engenharia Mecânica

Disponibilizar uma oferta formativa universal, que seja capaz de tornar os alunos uma referência além-fronteiras, e continuar na linha da...

Um ensino de excelência da Engenharia Química

Formar as futuras gerações de Engenheiros Químicos com uma sólida e abrangente capacidade técnica e com aptidões interpessoais desenvolvidas é...