Avanços e Inovações na Saúde

A Faculdade de Ciências da Saúde (FCS) da Universidade da Beira Interior (UBI), enraizada na Covilhã desde 1998, é um polo de atração de profissionais qualificados na área da saúde, contribuindo para o Serviço Nacional de Saúde e Farmácias, Optometria e Investigação em Saúde. A Faculdade promove a integração entre academia, população e região com projetos de investigação através do Centro de Investigação em Ciências da Saúde (CICS) e do Centro Académico Clínico das Beiras (CACB), envolvendo parcerias com unidades locais de saúde, instituições de ensino superior e organizações públicas e privadas.

A dinamização do ensino superior como suporte à coesão territorial e desenvolvimento equilibrado do país foi uma das apostas mais importantes das últimas décadas em Portugal. A presença das Escolas Superiores de Saúde e da UBI com cursos de saúde, investigação e prestação de serviços à comunidade, e a dinâmica decorrente da articulação com as Instituições de Saúde do Serviço Nacional de Saúde da região e das Farmácias comunitárias, tem contribuído para a redução das assimetrias nacionais e para o desenvolvimento mais equilibrado. Todos os cursos da Faculdade (Medicina, Optometria, Ciências Biomédicas e Farmacêuticas) foram recentemente re-acreditados pela Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior pelo tempo máximo de acreditação.

O CICS foi criado em simultâneo com a FCS e visa apoiar a investigação nas mais variadas áreas da saúde: Bio-Farmacêutica, Biomateriais, descoberta de drogas, hormonas e metabolismo, produtos naturais e investigação microbiológica, doenças neurológicas e neuro vasculares e, ainda, as doenças respiratórias e alérgicas. A investigação é conduzida em laboratórios altamente equipados e liderada por investigadores de excelência, resultando numa ampla produção científica. Além disso, os resultados têm contribuído para o surgimento de novas empresas e para a transferência bem-sucedida de avanços científicos para a indústria, promovendo a inovação e o desenvolvimento económico. Atualmente, o RISE-Health, que é uma rede de centros de investigação, permite que haja uma descentralização, em termos dos polos, do funcionamento do próprio centro de investigação. Além disso, possibilita mais solidez, aumenta o número de investigadores e o número de áreas em volta dos pontos de investigação e, consequentemente, a expansão das áreas de pesquisa envolvidas.

O UBIMedical desempenha um papel crucial como elo de ligação entre a investigação em saúde e as necessidades da sociedade, operando com dois pilares fundamentais: a incubação de base tecnológica e a componente laboratorial. Ao oferecer serviços de scouting, pré-incubação e aceleração a projetos empreendedores, tem impulsionado o surgimento e crescimento de 41 startups, muitas delas oriundas da investigação ubiana. Essas empresas não só fortalecem um cluster biomédico e biotecnológico na região, mas também atraem outras de fora, além de participarem ativamente em projetos de I&D. Com uma variedade de laboratórios especializados, contribui para a prestação de serviços altamente especializados, realização de projetos em consórcio, fixando pessoas e apoiando as empresas incubadas.

O CACB é um consórcio atualmente constituído por quatro Unidades Locais de Saúde: Viseu, Guarda, Cova da Beira e Castelo Branco, e quatro Escolas Superiores de Saúde, nomeadamente, a UBI e os Institutos Politécnicos da Guarda, Viseu e Castelo Branco. A principal aposta de pesquisa desses centros são os principais problemas de saúde presentes na região, como as doenças vasculares, as doenças respiratórias obstrutivas, a diabetes, as doenças ligadas ao sistema nervoso, o cancro e a área de habituação de substâncias, como o álcool e o tabaco. Desenvolve um papel importante na articulação entre o ensino superior, a investigação e a aplicação posterior em termos de instituições de saúde, afinando as estratégias regionais, nacionais e internacionais às necessidades locais. Numa perspetiva ligada à tecnologia mais avançada, como é o caso da cirurgia robótica feita por apoio tecnológico, incluindo a Inteligência Artificial, criámos uma nova versão do centro de desenvolvimento e competências cirúrgicas, com a designação de CUBI – “Cirurgia na Universidade Da Beira Interior”, e uma das áreas em que estamos a apostar é a da cirurgia robótica.

Reconhecer o mérito do caminho que se tem trilhado é importante, particularmente nas escolas mais recentes, com menos tradição e contra as quais existem ainda alguns preconceitos, dada a sua falta de história.

Reconhecido internacionalmente, o Mestrado Integrado em Medicina destacou-se no ranking da U-Multirank, refletindo o compromisso da FCS com a aprendizagem ativa e inovação na educação médica. Escolher a FCS da UBI é abrir as portas para um futuro promissor na área da saúde, integrando projetos inovadores e contribuindo para uma comunidade mais saudável e feliz.

Deixe um comentário

Outra Perspetiva

Tradição aliada à Inovação nas Línguas, Literaturas e Culturas

O Departamento de Línguas, Literaturas e Culturas (DLLC) da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, reconhecido pela sua tradição...

Ciências do Desporto e Educação Física apostam na Investigação

A nova direção da Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra (FCDEFUC) completou um ano...

Inovação e Excelência, um retrato do Departamento de Química

Em entrevista, Artur Valente, diretor do Departamento de Química da Universidade de Coimbra (DQUC) explica como os cursos pioneiros da...

Ensino de Vanguarda na Engenharia Mecânica

Disponibilizar uma oferta formativa universal, que seja capaz de tornar os alunos uma referência além-fronteiras, e continuar na linha da...

Um ensino de excelência da Engenharia Química

Formar as futuras gerações de Engenheiros Químicos com uma sólida e abrangente capacidade técnica e com aptidões interpessoais desenvolvidas é...