Inovação Digital no Ensino Superior

A Universidade da Beira Interior (UBI) abraçou o contexto de acelerada evolução digital que se vive atualmente, estando focada na transformação e transição de processos de forma segura e fiável.

A UBI disponibiliza a todas/os as/os suas/seus estudantes um conjunto de ferramentas digitais de suporte ao processo ensino-aprendizagem, nomeadamente, a versão mais recente e estável do sistema de gestão de aprendizagem Moodle, uma conta de e-mail institucional e licenças Microsoft Office 365, que incluem a suite de produtividade e o Teams. O acesso ao universo digital na UBI é feito através de um portal único, que centraliza os serviços ao dispor. A UBI tem uma aplicação móvel Moodle com a sua marca, permitindo acesso direto aos conteúdos ali colocados através de Android e iOS. O atendimento nos serviços académicos da UBI é gerido pelo sistema de senhas SIGÄ, igual ao que é usado em outros serviços da administração pública em Portugal, permitindo também o seguimento da fila diretamente no telemóvel.

A UBI foi pioneira no processo académico totalmente desmaterializado com a integração da assinatura digital qualificada (com cartão do cidadão), projeto que continua a desenvolver e a evoluir. Todas as pautas, sumários e fichas de unidades curriculares existem em formato digital e são assinadas por vários intervenientes (docentes e funcionários dos serviços académicos) no final do semestre, inerentemente garantindo integridade e autenticidade a todos os documentos. A integração com o cartão do cidadão nota-se desde o momento da matrícula, dado que os estudantes podem importar diretamente os dados do cartão para o sistema de forma muito conveniente. A UBI encontra-se atualmente a integrar a Chave Móvel Digital (CMD) em vários dos seus processos internos, tendo já recebido validação de integração desse serviço com a Agência da Modernização Administrativa (AMA).

Sendo membro ativo da Aliança de Universidades Europeias UNITA, a UBI não só tem acompanhado de muito perto os progressos europeus ligados ao digital, como tem feito contribuições nesse contexto. Para além disso, conhece e adota as melhores práticas internacionais, bebendo da experiência das instituições de ensino superior parceiras ou partilhando com elas o conhecimento neste domínio. A título de exemplo, pode dizer-se que a UBI é uma das poucas universidades europeias que, à data, emite automaticamente (obtido o devido consentimento) cartões de estudante europeus aquando da inscrição de novas/os estudantes.

A UBI tem apostado na melhoria contínua das suas infraestruturas ligadas ao digital. No contexto do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), por exemplo, foram comprados e instalados cerca de 50 quadros interativos nas salas da universidade e refrescada a rede Wi-Fi de várias das suas faculdades. A totalidade do parque informático em laboratórios de ensino foi renovado em 2023. A UBI instalou ecrãs digitais verticais de grandes dimensões em todas as suas faculdades para disseminação ágil da informação institucional e útil à/ao estudante e tem como pilar estratégico a continuação da aposta forte neste domínio, no futuro.

A UBI tem também uma oferta formativa sólida ligada ao digital, encabeçada pela Engenharia Informática (licenciatura, mestrado e doutoramento), Informática Web, Móvel e na Nuvem, Engenharia Eletrotécnica e de Computadores, Engenharia Eletromecânica, Design Multimédia, entre muitos outros. Todos estes cursos são extremamente atrativos para o mercado de trabalho atual, com o recrutamento a acontecer à porta da licenciatura ou ainda antes das/os estudantes terminarem os cursos.

 Num momento em que se atravessa um período de elevado dinamismo tecnológico, nomeadamente aquele que já é conhecido como o “Verão Quente da Inteligência Artificial”, a UBI tem acompanhado e até trabalhado em antecipação a algumas dessas mudanças, por exemplo, preparando cursos em temas emergentes e de vanguarda. Os cursos de licenciatura em Inteligência Artificial e Ciência de Dados e em Engenharia Mecânica Computacional entraram em funcionamento no ano letivo de 2023/24 e, em 2024/25, entrará em funcionamento o curso de licenciatura em Computação Criativa. A UBI tem um Laboratório de Competências Transversais e disponibiliza uma vasta panóplia de cursos não conferentes de grau que permitem às/aos nossas/os estudantes valorizar o seu conjunto de competências durante a sua vida académica. A UBI tem promovido ativamente a discussão em torno do uso da inteligência artificial no ensino através de fóruns e seminários. A iniciar está um projeto de investigação de integração de um chatbot para pesquisa de informação nos conteúdos letivos.

Deixe um comentário

Outra Perspetiva

Tradição aliada à Inovação nas Línguas, Literaturas e Culturas

O Departamento de Línguas, Literaturas e Culturas (DLLC) da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, reconhecido pela sua tradição...

Ciências do Desporto e Educação Física apostam na Investigação

A nova direção da Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra (FCDEFUC) completou um ano...

Inovação e Excelência, um retrato do Departamento de Química

Em entrevista, Artur Valente, diretor do Departamento de Química da Universidade de Coimbra (DQUC) explica como os cursos pioneiros da...

Ensino de Vanguarda na Engenharia Mecânica

Disponibilizar uma oferta formativa universal, que seja capaz de tornar os alunos uma referência além-fronteiras, e continuar na linha da...

Um ensino de excelência da Engenharia Química

Formar as futuras gerações de Engenheiros Químicos com uma sólida e abrangente capacidade técnica e com aptidões interpessoais desenvolvidas é...